mães x filhos

Padrão

O “x” do título não é à toa.

317

Esse assunto começou a martelar a minha cabeça quando um amigo comentou que ele e a mãe não se dão bem. E aí lembrei também de outra história que conheço de um filho que não fala com a mãe nada além do essencial para a convivência dela com os filhos dele. E essas imagens da mãe batendo na filha no elevador e hall de um prédio no Rio que vi hoje só reforçam o que já vinha pensando: essa relação às vezes se torna uma batalha mesmo.

Sempre pensei o que levaria uma mãe a brigar com o próprio filho, ou um filho não querer mais ver a mãe. Essa relação é a única que não poderia ser quebrada, na minha cabeça. Mas vejo que, como todas as outras, ela precisa ser cuidada.

Sempre tive uma excelente relação de amor com minha mãe. Sempre criou meu irmão e eu como mãe solteira, praticamente sozinha, e mesmo assim sempre esteve presente em todos os nossos momentos. Tenho ótimas recordações da nossa infância, adolescência e até das minhas brigas com meu irmão, em que ela intervinha pelo telefone mesmo, presa na redação de um jornal.

Tivemos brigas, discordâncias, mas, mesmo no meio disso tudo, nunca perdemos o elo “mãe e filha”.

Ainda não tenho filho adolescente, mas aquele meu pitoco de gente de 3 anos já conseguiu me deixar fora de sério algumas vezes. Não é fácil ouvir um “chata” vindo de quem você ama e para quem você dedica a vida. Mas sou eu a mãe dessa relação e é de mim que é esperada a maturidade para passar pelo “chata” como um adulto.

Só que às vezes o buraco é mais embaixo. Não é qualquer pessoa que pode ser mãe. Não é “só” ter a foto do filho na mesa do trabalho. Também precisa manter o afeto. O amor dos filhos pelos pais é automático ao nascer, mas pode não ser vitalício. Depende das mães manter esse vínculo, mesmo se o filho não quiser. E você pode se conectar com seu filho ou deixar ele se desconectar de você.

POR PATRICIA KAPPEN

Sobre danipeternel

A mãe mais felizzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzz :) "Três coisas agradeço a Deus todos os dias de minha vida:o ter-me permitido o conhecimento de sua obra,o haver acendido a lâmpada da fé na minha treva material e o ter-me dado outra vida a esperar depois desta". (Frei Anselmo)

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s