Procon Estadual autua creches no Rio e em Niterói por servir alimentos vencidos às crianças!

Padrão

Image

A Secretaria de Estado e Proteção do Consumidor (Seprocon), por meio do Procon Estadual, realizou nesta segunda-feira (12/05) fiscalização em creches das zonas Norte e Oeste do Rio e em Niterói. A Operação “Mamãe Eu Quero” tem por objetivo vistoriar a documentação e as condições de segurança e higiene desses estabelecimentos. Dos 12 locais vistoriados, 11 foram autuados por diversas irregularidades, como o uso de alimentos impróprios para o consumo – os agentes inutilizaram 56kg de produtos nestas condições. As multas serão aplicadas analisando-se as infrações cometidas por cada creche.

O caso mais grave foi encontrado na creche Maple Bear, de Piratininga, cuja mensalidade chega a R$ 2000, onde os agentes flagraram quase 35kg de carnes, bolo, pão, maionese e chocolate em pó vencidos, além de 2kg de queijo e pão sem informações sobre a validade. O responsável pelo estabelecimento foi encaminhado à delegacia para prestar esclarecimentos sobre os alimentos impróprios que oferecia às crianças. Na creche Pingo de Gente, que fica no Ingá, os fiscais interditaram uma sala, do segundo andar, que estava sem tela de proteção nas janelas e com o basculante das escadas aberto colocando a segurança das crianças em risco. O local não apresentou, ainda, a autorização de funcionamento do Corpo de Bombeiros e o certificado de médico ou enfermeiro do funcionário que se encontrava no local. Foi determinado um prazo de 20 dias para que os documentos sejam entregues sob pena de interdição.

Apenas a creche Catavento, localizada no bairro Sapê de Niterói, passou sem problemas pela fiscalização.

Balanço da Operação “Mamãe Eu Quero”:

1 – Maple Bear (Rua Américo Alves da Costa, 363/Piratininga): 10kg de patinho, 11kg e 535g de lagarto, 10kg e 586g de bolo de laranja, 800g de pão sírio, 400g de maionese e 700g de chocolate em pó vencidos; 500g de queijo minas e 1kg e 500g de pão congelado sem especificação. Responsável encaminhado à delegacia.

2 – Creche Jardim Escola Resumo das Letras (Rua Engenheiro Adel, 43/Tijuca): Sem responsável técnico ou auxiliar de enfermagem com presença contínua na creche.

4 – Creche Pingo de Gente (Rua Tiradentes, 44/Ingá): Pão de forma vencido. Interditada sala, no segundo andar, sem tela de proteção e sem basculante da escada. Prazo de 20 dias para o estabelecimento apresentar a autorização de funcionamento junto ao Corpo de Bombeiros e o certificado de médico ou enfermeiro.

5 – Creche Kids Babies (Rua Uruguai, 62/Tijuca): Ausência de profissional médico ou enfermeiro com carga de 8 horas de trabalho.

6 – Barra Baby (Av. Alda Garrido, 167/Barra da Tijuca): 900g de feijão, 500g de fubá, 150g de sucrilhos e 800g de frango empanado sem identificação. Não havia médico ou enfermeiro, não foi apresentado o certificado do Corpo de Bombeiros. Determinado prazo de 10 dias para apresentar a documentação junto ao Procon-RJ sob pena de interdição.

7 – Creche Escola Sarah Dawsey (Rua Prof. Gabizo, 334/Tijuca): Ausência de médico ou enfermeiro com carga mínima de 8 horas. Ausência de técnico e auxiliar de enfermagem com presença contínua na creche.

8 – Maple Bear (Rua Martinho de Mesquita, 136/Barra da Tijuca): 1 litro de leite, 350g de penne ao molho, 1kg e 480g de linguiça calabresa, 3kg de linguiça suína e 2kg e 480g de lagarto vencidos.

9 – Creche Escola Girassol (Estrada do Joá, 3415/Barra da Tijuca): 200g de cobertura de chocolate, 1kg de pão de queijo, 550g de pão de forma, 1kg e 788g de fígado e 1kg e 416g de lagarto vencidos.

10 – Creche Pintando o Sete (Rua Manuel Leitão, 12/Tijuca): Ausência de médico ou enfermeiro que trabalhe no mínimo 8 horas semanais. Sem técnico ou auxiliar de enfermagem com presença contínua.

11 – Jardim Le Soleil (Rua Pedro Bolato, 128/Barra da Tijuca): 3kg de músculo e chã, 150g de filé de peixe sem especificação; 2kg e 274g de músculo vencidos.

  

Sobre danipeternel

A mãe mais felizzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzz :) "Três coisas agradeço a Deus todos os dias de minha vida:o ter-me permitido o conhecimento de sua obra,o haver acendido a lâmpada da fé na minha treva material e o ter-me dado outra vida a esperar depois desta". (Frei Anselmo)

»

  1. Prezada Dani.
    Acompanhamos o seu blog com interesse e admiração. Sempre que possível replicamos as matérias nele publicadas em nossa Fanpage. Vimos que foi replicado em seu blog a matéria referente a ação do Procon juntos as creches em Niterói e Rj. Por esse motivo, e por acreditar na seriedade do seu trabalho, gostaríamos de fazer alguns esclarecimentos. A Babylândia, ao longo dos seus 20 de trabalho, sempre possuiu todas as documentações necessárias para o seu funcionamento. Sendo assim, o trecho “Já a creche Babylândia recebeu auto de constatação por não apresentar documentação necessária para funcionar.” , não reflete a verdade dos fatos, mesmo porque em nenhum momento isso é afirmado no site do Procon. Sendo assim, e certos de que teremos de sua parte a atenção para desfazer a confusão causada por essa matéria, replicamos abaixo nossa Nota de esclarecimento publicada em nossa Pagina no facebook. .
    Cordialmente
    Babylândia e Atuação
    Ricardo Machado
    Assessor Mídias Sociais
    (21) 992073193

    Niterói, 13 de Maio de 2014.

    Srs. Pais e responsáveis.

    Em respeito a todos os nossos pais e responsáveis informamos que ontem recebemos a fiscalização do Procon RJ em nossa escola, na operação “Mamãe eu quero”.

    Gostaríamos de ressaltar que a nossa escola foi elogiada pelos técnicos nos quesitos estrutura, limpeza e nossa cozinha foi minuciosamente fiscalizada, recebendo elogios por suas instalações e organização tanto na limpeza quanto no condicionamento dos alimentos e despensa.

    Não recebemos nenhuma multa, recebemos um auto de Constatação devido a sala de multimeios estar fechada, após o vazamento recente, na última semana, do barbará do banheiro do berçário que fica no 2º andar, e foi verificado que o conserto já foi realizado e estamos apenas esperando a secagem para refazermos o teto.

    Nos solicitaram ainda, a transferência da documentação de nossa auxiliar de enfermagem da Matriz para a filial, pois ela ainda encontra-se registrada na Tia Cláudia Creche Escola e não no Centro de Ensino Babylândia. Estaremos fazendo a rescisão dela ainda esse mês e a contratando na empresa da filial.

    Apresentamos o Laudo de Exigência do Corpo de Bombeiro, com todas as exigências cumpridas, e ficamos de apresentar o Certificado de Autorização definitivo, que não recebemos , pois a escola ainda não tem 1 ano de funcionamento. Nos comprometemos, com todos vocês, a enviá-lo por email assim que nos for entregue, para comprovação.

    No mais agradecemos a visita e a forma educada com que os fiscais nos abordaram e nos colocamos solidários a Campanha.

    Estejam certos que nossa missão é sempre prestar um trabalho de qualidade, estando sempre em dia com todas as nossas obrigações. Informo ainda, que nossa escola está aberta para que todos vocês possam constatar a veracidade dessas informações.
    Estamos a disposição para maiores esclarecimentos.

    A Direção.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s